Análise do Mercado

Até pouco tempo, a incineração era um recurso adotado mais por empresas estrangeiras com políticas corporativas de meio ambiente, a incineração passou a ser uma alternativa também para os resíduos das pequenas e médias empresas. E isso por um motivo simples: as multas estratosféricas da Lei de Crimes Ambientais são suficientes para “quebrar” uma companhia de faturamento mais tímido. Mas não só a questão legal aquece o mercado. A onda de aquisições de empresas nacionais por grupos estrangeiros, mais preocupados em eliminar passivos ambientais, também exerce forte influência. Além disso está mais claro do que nunca, empresas que se preocupam com o meio ambiente ganham outros olhares perante a sociedade, clientes, fornecedores e governo.

O maior mercado de incineração atualmente é de hospitais e aeroportos. Em ambos os casos há perigo de contaminação biológica, química ou física com os resíduos, e por isso devem ser incinerados. Com a nova resolução do Conama,que regulamenta a incineração dos resíduos, o mercado de incineração crescerá muito, principalmente para lixo industrial e doméstico.

A capacidade de queima da indústria incineradora está totalmente ocupada, sendo a busca por tratamentos adequados cada vez mais procuradas, a construção de um incinerador é altenamente viável.